REDE DE COOPERAÇÃO AMAZÔNICA – RCA

Origem
A RCA originou-se em 1996 de uma Rede de Aliança Latino Americana congregando organizações apoiadas pela Rainforest Foundation da Noruega – RFN. Esta agência de cooperação internacional incentivou a articulação das organizações que apoiava em diferentes países da América Latina, com vistas a trocarem experiência entre si e difundirem seu trabalho. Em 1997, criou-se uma seção brasileira dessa rede que em 2000 tornou-se independente, originando uma articulação nacional em torno da questão indígena dos parceiros brasileiros da RFN. Essa articulação formalizou-se como RCA – Rede de Cooperação Alternativa, que em 2013 teve seu nome reformulado para Rede de Cooperação Amazônica (mantendo sua sigla: RCA).

Missão
A RCA tem como missão promover a cooperação e troca de conhecimentos, experiências e capacidades entre as organizações indígenas e indigenistas que a compõem, para fortalecer a autonomia e ampliar a sustentabilidade e o bem estar dos povos indígenas no Brasil.

O objetivo principal da RCA
Como objetivo principal, a RCA visa promover a articulação e o protagonismo político dessas organizações em torno de temas estratégicos voltados para a sustentabilidade e governanças locais nas terras indígenas; reconhecimento público do papel fundamental que os povos indígenas desempenham na conservação das florestas; fortalecimento das organizações indígenas e indigenistas na defesa dos interesses e direitos indígenas na Amazônia e aprimoramento das políticas públicas indigenistas e ambientalistas.

Organizações membro
A RCA é constituída hoje por 13 organizações, sendo 9 indígenas (AMAAIAC, Apina, ATIX, CIR, FOIRN, Hutukara, OGM, OPIAC e Wyty-Catë) e 4 indigenistas (CPI-AC, CTI, Iepé e ISA), representantes de mais de 86 povos indígenas que vivem no bioma da Amazônia e no seu entorno, especialmente nos corredores formados pelas terras indígenas nas seguintes regiões: Acre-Javari/AM; Rio Negro-Roraima; Bacia do Xingu/MT; Amapá-norte do Pará e Complexo Timbira/MA-TO.  Enquanto uma rede de articulação, a RCA desenvolve atividades que direta e indiretamente atingem mais de 136 mil índios, de ambos os sexos e todas as faixas etárias, habitantes das  93 terras indígenas da região amazônica abrangidas pela ação das 13 organizações indígenas e indigenistas que a integram, habitantes de um território que soma cerca de 47 milhões de hectares de floresta.

Em comum, além da maioria das organizações membro serem parceiras da Rainforest Foundation Norway – RFN, todas as organizações que integram a RCA atuam na Amazônia brasileira, mantêm fortes afinidades políticas, temáticas e metodológicas em seus trabalhos junto a diferentes povos indígenas e vêm buscando, nos últimos anos, influenciar as políticas públicas dirigidas aos índios. O campo de ação dessa articulação foi delimitado pelas organizações membro em termos da realização de atividades coletivas de intercâmbios interculturais, seminários temáticos, encontros regionais, formação de quadros e capacitações, produção e difusão de publicações, monitoramento das políticas públicas indigenistas e ambientalistas e incidência política.

Nossa Organização
A RCA está estruturada em três instâncias, com papéis definidos e acordados entre as organizações que a compõem e referendados em seu regimento. A Assembleia Geral da Rede é sua instância máxima de deliberação, composta pela participação de todas as instituições que a integram, quando se define a agenda e as prioridades do seu plano de trabalho anual, discutem-se questões estratégicas e de interesse das organizações membro.

Conselho Político (CP) é a instância político-estratégica da RCA, intermediária entre a Assembleia e a Secretaria Executiva. É composto, atualmente, por três organizações, sendo duas indígenas (Opiac e Hutukara) e uma indigenista (ISA), que têm um mandato de dois anos e a função de fazer cumprir as deliberações da Assembleia, propor diretrizes políticas, estratégicas e agendas de trabalhos visando o aperfeiçoamento e o cumprimento da missão da RCA.

Por fim, conta-se com uma Secretaria Executiva, instância de gestão da rede, a cargo de uma das organizações membro, atualmente sob gestão do Iepé, cujas atribuições são: implementar as ações previstas pelo planejamento anual pactuado na Assembleia Geral, assegurar a participação de todas as organizações membro nas atividades da RCA, coordenar e formular projetos de interesse e buscar financiamento para eles, realizar a gestão financeira e executiva em concordância com o Conselho Político e cuidar de seus equipamentos e acervo documental.

Rede de Cooperação Amazônica – RCA
Organizações-membro:

Associação do Movimento dos Agentes Agroflorestais Indígenas do Acre | AMAAIAC
Josias Pereira [email protected]
Edilson Rosa da [email protected]

Associação Terra Indígena Xingu |ATIX
Yakari Kuikuro [email protected]
Wareaup Kaiabi [email protected]

Associação Wyty-Catë dos povos Timbira do MA e TO| Wyty-Catë
Jonas Polino Sansão [email protected]
Arlete [email protected]

Centro de Trabalho Indigenista | CTI
Jaime Siqueira – [email protected]
Bruno Morais – [email protected]br

Conselho Indígena de Roraima | CIR
Mário Nicacio [email protected]
Marizete de [email protected]

Comissão Pró-índio do Acre | CPI-Acre
Maria Luisa [email protected]
Gleyson Teixeira [email protected]

Conselho das Aldeias Wajãpi | APINA
Jawaruwa Waiãpi [email protected]
Kuripi [email protected]

Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro | FOIRN
Almerinda Ramos de Lima [email protected]
Isaias Pereira Fonte – [email protected]

Hutukara Associação Yanomami | HAY
Maurício Tomé Rocha [email protected]
Dário Vitório Kopenawa [email protected]

Instituto de Pesquisa e Formação Indígena | Iepé
Lúcia [email protected]
Décio [email protected]

Instituto Socioambiental | ISA
Camila Barra [email protected]
André Villas [email protected]

Organização Geral Mayuruna |OGM
André Matses –[email protected]
Edmilson Mayoruna Nakua –[email protected]

Organização dos Professores Indígenas do Acre | OPIAC
Francisca Oliveira de Lima [email protected]
Eldo Carlos [email protected]

Conselho Político RCA:
Francisca Arara/OPIAC, Maurício Yekuana/Hutukara e Camila Barra/ISA.

Secretário Executivo RCA: Luís Donisete Benzi Grupioni/Iepé [email protected]
Assessora da Secretaria Executiva RCA: Patricia de Almeida Zuppi [email protected]

Financiadores
A Rede de Cooperação Amazônica conta, desde a sua criação, com o financiamento da Rainforest Foundation Noruega – RFN. Nos últimos anos a RCA obteve apoio também de outras instituições, entre as quais, o Museu do Índio, a Funai, a Embaixada dos Países Baixos, a Embaixada da Noruega e a USAID.

financiadores

Rede de Cooperação Amazônica

A RCA tem como missão promover a cooperação e troca de conhecimentos, saberes, experiências e capacidades entre as organizações indígenas e indigenistas que a compõem, para fortalecer a autonomia e ampliar a sustentabilidade e bem estar dos povos indígenas no Brasil.